IV SAU – Semana de Audiovisual da UEG

O Curso de Cinema e Audiovisual da Universidade Estadual de Goiás tem o prazer de convidá-lo (a) para IV Semana de Audiovisual da UEG, que acontecerá entre os dias 03 a 09 de novembro, no Câmpus Laranjeiras em Goiânia-GO. A IV SAU tem como tema: Processos Criativos.

Tema que se faz necessário em um momento que antecede um boom de produções, consequências de editais conquistados pela classe nos últimos anos. Importante refletir sobre os processos para que gere conteúdo audiovisual mais consistentes.

Para isso teremos na programação palestra sobre o processo de criação do cineasta independente Hugo Caiapônia, mesa com a presença dos realizadores regionais e oficina de roteiro com Lucas Paraizo, além das oficinas para alunos de escola pública e Grupos de Trabalho com apresentação de artigos.

Saiba mais e se inscreva no site: http://sau.audiovisual.ueg.br/

III Semana do Audiovisual da UEG, com inscrições abertas

Estão abertas as inscrições para a III Semana do Audiovisual (SAU) da Universidade Estadual de Goiás (UEG), realizada pelo curso de Comunicação Social/Audiovisual, oferecido na Unidade Universitária da UEG Laranjeiras, em Goiânia. O evento está programado para acontecer entre 23 e 27 setembro na UnU Laranjeiras. As inscrições, que vão até 16 de setembro, são realizadas exclusivamente no endereço eletrônico http://sau.audiovisual.ueg.br.

A Semana tem como tema “Audiovisual e trabalho: novas perspectivas para a produção regional”, e busca refletir acerca das questões que envolvem não somente a produção audiovisual, mas também as dúvidas e expectativas que envolvem a inserção deste novo profissional em um mercado em plena mudança de estrutura, com processos diferenciados de captação de recursos, produção e ocupação de mercado de exibição. A Semana faz parte um projeto de extensão, que é coordenado pelo professor Sandro de Oliveira.

Durante a terceira edição da SAU haverá minicursos, oficinas, palestras, mesas-redondas e lançamento literário. Ainda está programada a apresentação de artigos científicos de estudantes e pesquisadores de diversas habilitações dentro dos grupos de trabalho (GTs). Segundo os organizadores, as vagas para as oficinas serão preenchidas conforme ordem de inscrição no site do evento. “Há ainda a possibilidade de participação como ouvinte nas demais atividades da III SAU, incluindo os grupos de trabalho e oficinas e minicursos”, acrescenta o coordenador Sandro de Oliveira.

Programação III SAU finalB

Clique na imagem para ampliar

Segundo o coordenador do Curso de Audiovisual, Marcelo Costa, a programação da Semana “visa refletir sobre as relações entre audiovisual e mercado de trabalho, para isso, traz em sua programação diversos profissionais de renome para estabelecer essa discussão com os alunos do curso e demais atores do audiovisual de Goiás. Entendo que a SAU, já em sua terceira edição, ocupa um importante lugar na mobilização setorial do audiovisual goiano, já que é papel de uma universidade pública se inserir nas discussões dos grupos sociais dos quais também faz parte de forma democrática e participativa.”

A diretora da UEG Laranjeiras, Idiner Serradourada, enfatiza a grandeza do evento. “Esperamos receber em nossa Unidade todos aqueles que se sentem instigados por essa fascinante área que é a Comunicação e, principalmente, a produção de imagens e sons”.

Mais informações e toda programação completa da III Semana de Audiovisual podem ser acessadas no endereço eletrônico http://sau.audiovisual.ueg.br.

 

Estudantes de comunicação da UFPA estão em greve há duas semanas

Fonte Andes

Em greve desde o dia 16 de julho, os estudantes de comunicação seguem mobilizados e realizando atividades de debate e de protesto. Em assembleia na sexta-feira (26), os estudantes deliberaram em assembleia pela continuidade da paralisação, segundo informação no  blog do Centro Acadêmico de Comunicação.

Os estudantes da Faculdade de Comunicação (Facom) paralisaram as atividades curriculares por tempo indeterminado requerendo melhores condições de infra-estrutura e recursos humanos na Faculdade. O estopim para o início do movimento foi a reincidente ausência de infraestrutura dos Laboratórios que envolvem as atividades audiovisuais.

“Os estudantes, já há alguns anos, têm que responder com ‘criatividade’ à falta de equipamentos e técnicos habilitados para operar equipamentos caros, pesados e, não raro, defasados. Ou ainda, recorrem a improvisos para desenvolver as atividades do curso, como fazer ‘vaquinha’ para pagar iluminador e cenário. Não raro, o que ‘salva’ o laboratório é o uso de equipamentos pessoais dos alunos” desabafou Kleyton Silva, estudante de Jornalismo.

Além da ausência de equipamentos nos laboratórios, os alunos também reclamam da precariedade do espaço físico do instituto (bebedouro com defeito, insalubridade dos banheiros, falta de acessibilidade para deficientes físicos etc) e exigem concurso público para docentes e técnicos administrativos.

Em reunião extraordinária do Conselho da Faculdade de Comunicação, na quinta-feira, 18, os professores decidiram apoiar o movimento dos discentes. Neste mesmo dia, professores e estudantes se reuniram com o reitor da UFPA, Carlos Maneschy. No entanto, não houve acordo com a Administração Superior, pois o reitor não se comprometeu com prazos para atender as reivindicações.

Docentes apoiam a luta

Assim como os professores da Faculdade de Artes Visuais, que identificam ser justa a greve dos estudantes de Cinema e Audiovisual, devido a grande debilidade para funcionamento do curso, os professores da Facom, também julgam legítimas as reivindicações dos discentes. “Os professores apoiam a greve dos estudantes porque as causas são legítimas, nós estamos trabalhando em condições completamente precárias, na base do improviso e da ‘ganbiarra’ e não dá mais para continuar dessa forma”, declarou Célia Trindade Amorim, Professora de Telejornalismo. Os estudantes também receberam apoio do Sindicato dos Jornalistas do Pará.

%d blogueiros gostam disto: