As pesquisas dos países emergentes e a base de dados SciELO

Luis Nassif Online

SciELO - Scientific Electronic Librery Online

A divisão de Propriedade Intelectual e Ciência da Thomson Reuters, a maior fonte mundial de informação inteligente para empresas e profissionais, anunciou hoje que associou-se com a Scientific Electronic Library Online (SciELO) para hospedar o banco de dados da SciELO na Web of Knowledge(SM), a mais poderosa plataforma de busca e descoberta do mundo.

Esta parceria vai ajudar a trazer uma maior visibilidade e melhor acesso à pesquisa das economias emergentes, particularmente nas regiões desenvolvidas de língua latina da América Latina, Caribe, África do Sul, inclusive Espanha e Portugal. A base de dados da SciELO será integrada à Web of Knowledge, permitindo aos pesquisadores examinar e analisar o conteúdo regional relevante juntamente com a literatura internacional de alto nível.

“Estamos entusiasmados com a parceria com a SciELO. Isto não só irá aumentar o alcance da importante pesquisa que está acontecendo nos países em desenvolvimento de língua espanhola, mas também trará uma nova profundidade aos nossos próprios dados”, disse Keith MacGregor, vice-presidente executivo da Thomson Reuters. “Pesquisadores de todo o mundo vão ganhar novos insights sobre o impacto das obras provenientes dessas regiões.”

Atualmente, a SciELO publica cerca de 40.000 novos artigos por ano a partir de mais de 900 periódicos de acesso aberto da Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Cuba, México, Portugal, África do Sul, Espanha e Venezuela. A adição da SciELO à Web of Knowledge seguirá um modelo semelhante ao da base de dados Science Citation chinesa, que está hospedada na Web of Knowledge, desde 2008. Ambos os bancos de dados são parte da expansão contínua de conteúdo da Thomson Reuters, para destacar regionalmente a literatura acadêmica relevante e identificar os autores influentes e pesquisar rapidamente em centros de pesquisa em desenvolvimento.

“Com o apoio da agência brasileira de financiamento, a Fundação de Pesquisa de São Paulo (FAPESP), desde a sua criação em 1998, a SciELO é uma das primeiras iniciativas a fornecer acesso livre à literatura científica. O acordo com a Web of Knowledge abre novos horizontes na missão da SciELO para melhorar a visibilidade da ciência na América Latina, Espanha e Portugal”, disse Carlos Henrique de Brito Cruz, diretor científico da FAPESP.

“É nossa missão superar a distribuição e a disseminação das barreiras que os periódicos científicos dos países em desenvolvimento enfrentam, aumentando a acessibilidade da informação científica gerada localmente”, disse Abel Packer, coordenador da SciELO. “O fato de darmos à pesquisa na América Latina e em outras regiões em desenvolvimento uma maior atenção na Web of Knowledge significa que as contribuições de nossos pesquisadores serão uma parte mais visível do discurso científico global.”

A Web of Knowledge da Thomson Reuters oferece acesso às maiores bases de dados de citação do mundo, abrangendo mais de 100 anos de pesquisa em mais de 24.000 dos periódicos de maior impacto de todo o mundo, assim como milhares de anais de conferências acadêmicas e livros acadêmicos. Para mais informações sobre a Web of Knowledge, visite: http://wokinfo.com/.

Sobre a SciELOSciELO – Scientific Electronic Library Online – é um Programa da Fundação de Pesquisa de São Paulo (FAPESP) para a publicação cooperativa de periódicos de acesso aberto na internet. Especialmente concebida para atender as necessidades da comunicação científica nos países em desenvolvimento, particularmente na América Latina e nos países do Caribe, ela fornece uma forma eficiente de assegurar a visibilidade e o acesso universal à sua literatura científica. Além disso, o Modelo SciELO contém controle de qualidade e procedimentos integrados para medir o uso e o impacto dos periódicos científicos.

A SciELO foi lançada em 1998 pela FAPESP com a cooperação técnica do Centro de Informação em Ciências da Saúde da América Latina e do Caribe (BIREME/OPAS/OMS). Desde 2002, o projeto também é apoiado pelo Conselho Brasileiro Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Desde o seu lançamento, o modelo de publicação da SciELO foi progressivamente adotado por instituições de pesquisa nacionais de países ibero-americanos e da África do Sul que compõem a Rede SciELO. Para mais informações, visite http://www.scielo.org.

Anúncios

Sobre Antonio S. Silva
Jornalista, mestre pela PUC/SP, doutor pela UnB e professor da (UFMT). Importante o diálogo para construir um país melhor.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: